Cuidados Com a Piscina Para Evitar Má Conservação

Home | Blog | piscina | Cuidados Com a Piscina Para Evitar Má Conservação

Cuidados Com a Piscina Para Evitar Má Conservação

Poucas coisas proporcionam tantos momentos bons quanto ter uma piscina em casa. É em volta da piscina reunimos nossos amigos para nos divertir em família ou com amigos. Entretanto, para aproveitar da melhor forma possível cada instante, alguns cuidados com a piscina são indispensáveis.

Neste artigo entenderemos a importância de fazer uma manutenção constante das dependências da área da piscina e quais são os pontos fundamentais que devemos prestar atenção como os níveis do pH, a melhor maneira de aplicar o cloro, cuidados com a filtragem entre outros, a fim de evitar a má conservação.

Por que Cuidar da Piscina?

Aqueles que pensam em ter uma piscina em casa pode ter certeza que estarão entrando em um grupo de pessoas satisfeitas. Além do espaço de lazer e diversão, imóveis com esse tipo de instalação, têm seu valor de mercado aumentado em 20% a 30% na hora da venda, além disso, a piscina é o diferencial para fechar negócio em 80% dos casos.

Mas, uma vez que o espaço esteja pronto, é preciso ter alguns cuidados com a manutenção do local para garantir sempre a qualidade da água, deixando o espaço sempre adequado.

Alguns pontos importantes dos cuidados com a piscina é para evitar a proliferação de doenças infecciosas, como hepatite, conjuntivite e otite que surgem em locais com água parada, sem contar a possibilidade de contribuir para a proliferação do Aedes Aegypti, o mosquito transmissor de doenças como a dengue, que mata milhares todos os anos.

Além disso, outros quadros como doenças causadas por parasitas como a criptosporidíase (oriunda das fezes humanas), provoca gastroenterite severa, dor abdominal, náuseas e febre e a giardíase, outra doença infecciosa causada pelo parasita Giardia Lamblia pode ser encontrado em águas não tratadas.

Portanto, os cuidados são fundamentais tanto para a conservação quanto para a saúde dos usuários e para isso a manutenção não deve se ater apenas à qualidade da água, mas também deve incluir os materiais usados, prestando atenção ao momento ideal de substituí-los quando necessário, bem como notar se há rachaduras, arranhões e áreas quebradas que possam machucar os banhistas.

Quais Cuidados Com a Piscina Devemos Tomar?

Os cuidados com a piscina incluem verificar a alcalinidade, pH, decantação, filtragem, aplicação de cloro, entre outros procedimentos que visam tornar a qualidade de água a melhor possível. Mas esses não são os únicos procedimentos. A seguir, veremos uma lista completa do que deve ser feito para cuidar adequadamente da sua piscina.

  • Tome uma ducha antes de entrar na piscina, a instalação de uma ducha é fundamental para que o banhista não mergulhe sujo na água. Ela elimina uma série de resíduos, como poeira, poluição, suor, maquiagem, cremes hidratantes, entre outros, desequilibrando a água;
  • A área externa da piscina também merece atenção especial, retire os resíduos de plantas e outras sujeiras em volta da piscina e também os que possam cair na água diariamente;
  • Testar e corrigir os níveis de alcalinidade e o pH da piscina é fundamental, por isso tenha sempre os medidores em mãos.
    A alcalinidade neutraliza os ácidos fracos e o desequilíbrio entre ela e o pH causa turbidez na piscina e prejudica os equipamentos. A alcalinidade deve ficar entre 80 a 120 pmm (partes por milhão), enquanto pH deve ser entre 7 e 7,4;
  • A filtragem deve ser diária, de 4 a 8 horas e sempre após os tratamentos químicos;
  • Utilize também clarificante ou decantador para coletar os resíduos que se depositam no fundo da piscina, assim fica mais fácil aspirar a piscina.
  • A aspiração é extremamente importante para garantir a limpeza e qualidade da água, a decantação deixa as impurezas reunidas no fundo da piscina e a aspiração as retira, caso não seja feita, sempre que um banhista entrar na água, ele irá espalhar toda a sujeira;
  • A aplicação do cloro é a etapa final do tratamento, ele desinfeta a água e mata todos os micro-organismos que possam causar doenças. O tipo mais comum do produto é o cloro granulado que possui maior concentração da substância e é menos volátil que o cloro comum, durando mais tempo na água.

Por fim, não se esqueça de cobrir sua piscina sempre que ela não estiver em uso, assim, os outros passos de manutenção serão mais simples.

Para continuar lendo mais conteúdos como esses e tirar todas as suas dúvidas sobre os cuidados e novidades sobre esse universo, acesse o site e blog da Secob bombas ou entre em contato conosco.

2020-01-03T09:58:13-03:00

Deixe um comentário

Secob Bombas

Inovação em serviços e distribuição de Bombas

Rua Hamilton Régis, 601 – Limoeiro – São Paulo-SP – CEP: 08051-440

Cartão de Débito

Crédito

Todos os Direitos Reservados  – Secob Bombas 

 Desenvolvido por: Agência MSEO

error: O conteúdo está protegido !!